sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Arma usada por fotógrafo para matar ex-namorada e ex-sogro no Grande Recife é de PM reformado

Arma usada em Recife para matar ex e sogro é de policial reformado (Reprodução TV Globo)
O fotógrafo Paulo Roberto Correia dos Santos, que se suicidou após matar ex-namorada, o pai dela e balear a ex-sogra, em Ipojuca, no Grande Recife, utilizou a arma e algemas que pertencem a um sargento reformado da PM, de acordo com a Polícia Civil. O sargento é padrasto de Paulo Roberto. O caso ocorreu na noite da última quinta-feira (12), na Praia de Serrambi.
Pelo menos quatro disparos foram efetuados por Paulo Roberto Correia dos Santos, de 30 anos. Também morreram no atentado Ênio Régis, de 58 anos e Paula Maria Alencar Régis, de 20 anos. O homem não aceitava o fim do relacionamento com a jovem, com quem namorava há cinco meses. Suzana Régis Fonseca, de 45 anos, mãe de Paula, passou por cirurgia e tem quadro de saúde considerado estável. Ela prestou depoimento à polícia antes de entrar no bloco cirúrgico.
Ainda segundo a polícia, o caso vai ser investigado como feminicídio, pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O crime - O crime ocorreu em uma residência localizada no Condomínio Enseadinha, onde há 150 casas, na Praia de Serrambi, um dos balneários mais famosos do município de Ipojuca. A família morava no local há mais de dez anos. Por volta das 20h30, o rapaz chegou à residência e teve uma discussão com a ex-namorada e com a família dela. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário