segunda-feira, 23 de outubro de 2017

PM mata turista após carro furar bloqueio no RJ

Turista espanhola foi morta na Rocinha, na Zona Sul do Rio (Foto: Reprodução)
Turista espanhola foi morta na Rocinha, na Zona Sul do Rio

A turista espanhola Maria Esperanza Ruiz Jimenez, de 67 anos, morreu após ser baleada na Favela da Rocinha, nesta segunda-feira (23), em mais uma manhã de tiroteios na comunidade. Por meio de nota, a Polícia Militar informou que o carro no qual ela estava furou um bloqueio feito pelos policiais e, por isso, os PMs fizeram disparos contra o veículo.
Em depoimento, o motorista, um italiano e vive há quatro anos no Brasil, negou ter recebido qualquer ordem para parar e que tenha furado a blitz. Ele disse que não notou a barreira policial ou qualquer tiroteio. A PM informou que só constatou se tratar de uma turista após abordar o carro. Segundo testemunhas, nove tiros foram ouvidos.

PM que atirou é identificado - A Corregedoria da Polícia Militar informou na tarde desta segunda que identificou o policial autor do disparo que matou a turista. Segundo a PM, as armas já foram recolhidas para perícia e o caso está sendo investigado.
A Secretaria de Estado e Segurança diz que lamenta a morte que acompanha a apuração dos fatos junto à Corregedoria da Polícia Militar e à Divisão de Homicídios da Polícia Civil, que investiga o caso.
Maria Esperanza foi atingida no pescoço e chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul. Cinco pessoas estavam no carro sendo três espanhóis, uma guia brasileira e o motorista italiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário