sábado, 17 de março de 2018

Homem baleado por engano por PM fica cego do olho esquerdo e perde parte da visão do direito

Homem baleado por policial militar em Campos perdeu a visão de um olho (Foto: Reprodução/Inter TV)
Homem baleado por policial militar em Campos perdeu a visão de um olho

O homem baleado por um policial militar de folga na última quinta-feira (15) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, ficou cego do olho esquerdo e conseguiu salvar apenas 30% da visão do direito após passar por cirurgia. João Carlos de Souza Filho, de 28 anos, é morador do município de Aperibé (RJ).
A vítima trabalha como mecânico e informou que foi a Campos para consertar um quadriciclo. Ele estava em um carro e parou atrás de um outro veículo que passava por uma blitz da Polícia Civil. O homem foi surpreendido pelo disparo do PM enquanto pegava os documentos do carro.
Em nota, a Polícia Militar informou que o agente que atirou é lotado no batalhão de Macaé. Ele foi ouvido pela 6ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar e pela 134ª Delegacia Legal do Centro de Campos. Nos depoimentos ele disse que atirou sem querer, segundo informações da Polícia Civil. O policial foi levado na sexta-feira (16) ao Batalhão Especial Prisional, em Niterói.

A ação - A Polícia Civil explicou que tudo aconteceu no momento em que dois policiais civis pararam um veículo suspeito, na Avenida Gilberto Cardoso, para verificar se o carro era clonado.
O outro motorista, vítima do disparo, estava atrás do veículo suspeito, esperando para passar. Foi então que o PM, que estava de folga, atirou atingindo a cabeça do homem. Na primeira versão, o PM afirmou que desconfiou que a vítima estava dando cobertura para o carro da frente e achou que ele fosse pegar uma arma.
A Polícia Civil disse que não havia arma no carro. Ainda segundo a Polícia Civil, a vítima não tem passagem por nenhum tipo de crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário