sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Condenado pela morte de dançarina cearense tentou fugir de delegacia e foi capturado duas vezes no mesmo dia

 Anderson Leitão chegou a escapar por dois quarteirões, ao sair correndo de dentro da delegacia e foi recapturado por policiais

Ana Carolina de Souza Vieira foi estrangulada pelo ex-namorado Anderson Rodrigues Leitão em 2015

O assassino da dançarina cearense Ana Carolina de Souza Vieira que foi preso na última quinta-feira (1º) em Fortaleza, fugiu da delegacia para onde foi encaminhado, chegando a escapar correndo por dois quarteirões, sendo, portanto, recapturado pela segunda vez no mesmo dia. A dançarina foi morta em 2015, em São Paulo.
Anderson Rodrigues Leitão, de 32 anos, foi encontrado na residência de familiares, no Bairro Barroso, em Fortaleza. A Justiça de São Paulo havia determinado mandados de recaptura do preso em setembro deste ano, após ele fugir do estado enquanto cumpria a pena em regime semiaberto.
Ana Carolina de Souza Vieira foi encontrada sem vida no apartamento em que morava, no Sacomã, Zona Sul de São Paulo, no dia 4 de novembro de 2015. Os zeladores do prédio encontraram o corpo após sentirem um cheiro forte vindo do apartamento.
Anderson Leitão era ex-namorado da vítima, e foi preso no mesmo dia, na região do apartamento. Na época, ele confessou o crime com detalhes, em vídeo. O acusado ainda ficou na companhia do corpo de Ana Carolina, e disse à polícia ter ingerido veneno para rato, porém, não sentiu efeitos.
O réu confesso foi condenado a 16 anos de prisão, sendo 11 anos por homicídio qualificado e furto, em razão de ter subtraído objetos da ex-namorada ao fugir do apartamento. E mais cinco anos por tráfico de drogas, crime registrado anteriormente ao assassinato da dançarina, em 2014, no estado de Santa Catarina.

Ana Carolina de Souza Vieira foi assassinada pelo ex em 2015

Leitão cumpria a pena em São Paulo. Em fevereiro deste ano, o réu teve progressão do regime fechado para o semiaberto, na Penitenciária de Tremembé. Em abril, o acusado fugiu da prisão.
A polícia do Ceará não tem informações se o réu fugiu direto de São Paulo para Fortaleza. Também não foi constatado que Anderson estava envolvido em alguma prática ilícita aqui no Estado.
Ele foi levado para Delegacia de Capturas, em Fortaleza, e vai ser remanejado para São Paulo para cumprir o restante da pena. O réu deve retornar para o regime fechado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário