segunda-feira, 24 de abril de 2017

Grupo brasileiro roubou empresa de valores no Paraguai - Polícia disse que US$ 40 milhões foram levados

Assalto Paraguai V2 (Foto: Editoria de Arte/G1)
Os assaltantes de uma transportadora de valores em Ciudad del Este, no Paraguai, são brasileiros, disse o ministro do Interior do país, Lorenzo Lezcano, em entrevista à radio ABC Cardinal. O roubo ocorreu na madrugada desta segunda-feira (24) na sede da transportadora de valores Prosegur. Ladrões fortemente armados invadiram o local e fugiram com dinheiro.
Inicialmente, a Polícia Nacional do Paraguai informou que o grupo havia fugido com US$ 40 milhões (o equivalente a mais de R$ 120 milhões). O chefe de investigações de delitos da Polícia Nacional em Alto Paraná, Arsênio Correa, disse, porém, que os valores ainda estão sendo contabilizados.
De acordo com Lezcano, a maioria dos carros usada no assalto tinha placa do Brasil, e uma vítima relatou que ouviu os criminosos falando em português. O ministro afirmou que as autoridades paraguaias estão trabalhando com a Polícia Federal do Brasil na investigação do caso.
As primeiras informações são de que um policial foi morto e quatro pessoas ficaram feridas. Após o roubo, os ladrões fugiram para uma cidade vizinha.
Os ladrões estavam armados com fuzis, metralhadoras e granadas. Eles explodiram a entrada da empresa e trocaram tiros com vigilantes. A sede da empresa fica a 4 quilômetros da Ponte Internacional da Amizade, no oeste do Paraná.

Vídeo mostra carro incendiado em Ciudad del Este na madrugada desta segunda-feira (24) (Foto: Reprodução/ YouTube/ ABC Digital)
Carro incendiado em Ciudad del Este na madrugada desta segunda-feira

Policiamento reforçado - Por causa do assalto, a polícia brasileira reforçou o policiamento no lado da ponte em Foz do Iguaçu caso os ladrões decidissem fugir para o Brasil, mas eles seguiram em direção à cidade de Hernandárias, no lado paraguaio.
Segundo o “ABC Color”, ao menos 15 carros foram incendiados. O jornal também informa que as forças armadas ajudam a Polícia Nacional do Paraguai nas buscas pelos assaltantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário